• jucampitelli

Intervalos musicais

Algumas vezes me fizeram a seguinte pergunta: a teoria musical é igual para todos os instrumentos? A resposta é sim. Não importa se estamos dedilhando, cantando ou percutindo, a linguagem é a mesma. Por isso, hoje vou apresentar um conceito importante de teoria: intervalos. Se a música fosse comparada à língua portuguesa, os intervalos seriam as sílabas que depois usaríamos para formas palavras, e depois frases. Por isso, nesse post falaremos das "unidades básicas" que formam os intervalos. Um intervalo musical é a distância entre duas notas. Os intervalos podem ser quantificados e qualificados. Para construí-los usamos duas unidades: o tom e o semitom.

  • Semitom ou meio tom: distâncias entre duas notas consecutivas. No teclado do piano, essas notas são próximas e não há nenhuma tecla entre elas.

  • Tom ou tom inteiro: distância entre duas notas vizinhas, separadas por uma nota. No teclado do piano, essas notas são estão lado a lado e há uma tecla no meio.

A partir da noção apresentada, podemos compreender o sentido de três símbolos: sustenido, bemol e bequadro. Esse são símbolos usados para alterar as notas por semitons.

  • Sustenido: aumenta a nota em um semitom.

  • Bemol: diminui a nota em um semitom.

  • Bequadro: é o símbolo que neutraliza uma nota acidentada, ou seja, se uma nota estava acompanhada de sustenido, volta a ser natural.

Nos próximos artigos, falaremos sobre a montagem dos intervalos. Qualquer dúvida, mande nos comentários. Obrigada!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo