• jucampitelli

Acordes e suas inversões

Olá, pessoal!

Agora que já sabemos como montar os acordes maiores, vamos invertê-los. Como assim?

Um acorde (ou uma tríade) pode apresentar suas notas em três posições diferentes: estado fundamental, primeira inversão e segunda inversão. Isso quer dizer que as três notas podem aparecer em ordens distintas e, ainda assim, formarem o mesmo acorde.

Primeiramente, vamos nomear as notas que formam um acorde: sendo um acorde de DóM, temos as notas: dó, mi e sol. Assim, dó seria a tônica, mi, a terça, e sol, a quinta.

Agora, observe a imagem:

Nesse exemplo, temos a tríade de DóM. Para definirmos em que posição está um acorde (est. fundamental, 1ª ou 2ª inversão), devemos verificar qual de suas notas é a mais grave. Assim:

  • Se a tônica for a nota mais grave, o acorde estará em estado fundamental

  • Se a terça for a nota mais grave, o acorde estará na 1ª inversão

  • Se a quinta for a nota mais grave, o acorde estará na 2ª inversão

Veja mais um exemplo:

No exemplo acima, temos o acorde de FáM que é composto pelas notas: fá, lá e dó. Assim, quando:

  • a nota fá está no baixo, temos a tríade em estado fundamental

  • a nota lá está no baixo, temos a tríade na 1ª inversão

  • a nota dó está no baixo, temos a tríade na 2ª inversão

Muito bem, agora tente escrever alguns acordes maiores e suas inversões e, depois, tente tocá-los no seu instrumento.

Por fim, por que é importante que você saiba reconhecer as inversões dos acordes? Bem, quando você reconhece um acorde, você consegue analisar a estrutura da música que está tocando. Isso facilita muito sua memorização e, consequentemente, sua execução.

Qualquer dúvida, mande nos comentários. Obrigada!

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo